quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Ela

,
Ela era uma mulher descolada e feminina, no colégio a maioria dos meninos eram a fim dela. Gostava de conversar com todos a sua volta, era muito popular, sempre era convidada para eventos importantes, festas interessantes. Ao acordar, era como qualquer pessoa. Acordava despenteada, tomava café e banho, depois disso ia para a escola, estudar. Ela gostava de estudar, sempre tirava as melhores notas, apesar de patricinha, também era metida a intelectual. Gostava de viajar, já tinha ido a vários lugares do mundo. Falava espanhol , inglês, francês e italiano. Sua família era rica, sempre teve tudo que queria. Na Inglaterra conheceu um rapaz, namorou por 1 ano, terminou. Voltou ao Brasil. Na Itália conheceu um italiano, namorou por 2 anos, terminou. Voltou ao Brasil. Na França, conheceu um francês, namorou por 7 meses, terminou .Voltou ao Brasil. Na Espanha, conheceu um espanhol, namorou por 9 meses, terminou.  
Voltou ao Brail. Suas amigas não entendiam porque com tantos namorados, nunca falara que era apaixonada por algum. Mostrava fotos dos rapazes, que eram bonitos, as amigas comentavam , mas ela ficava calada , só fazia rir , as amigas deliravam . Ela adorava música, principalmente um Rock, queria montar uma banda  só de meninas . Ela tocava guitarra . Conseguiu ! montou a tal banda, fez sucesso, vendeu alguns cd's mas depois de algum tempo a tal banda terminou.
Viajou para a Argentina, namorou um argentino por 6 meses, terminou. Voltou ao Brasil acompanhada, por uma mulher, que por ironia do destino, era irmã do argentino. As amigas não entenderam nada, quer dizer, entenderam mas fingiram que não. Na verdade, sempre esteve tudo muito claro. Ela tinha um segredo, e era esse : Ela era homossexual. Ela foi questionada, e confessou :
'' A cada viagem que eu fiz, os garotos que conheci não eram namorados, eram os melhores amigos que eu já tive na vida, pois me deram força na hora que eu mais precisei, o inglês era gay, primo de quem realmente eu namorava : uma menina . O italiano que conheci, era amigo de uma outra namorada que me fez sofrer bastante. O francês que conheci, era cunhado de uma outra menina que namorei. O espanhol era tio de outra que conheci . E o argentino, era irmão da mulher que está comigo atualmente . Eu não enganei nenhum, mas no meu interior, enganei a mim e a meus pais. Nada é o que parece ser... e o que parece ser, muitas vezes não é. ''

1 comentários:

  • 16 de setembro de 2011 05:24

    Que susto... pensei que era um post pra mim... RSRSRS
    Muita pretensão, né?
    Mas até que me adapto numa ou outra coisinha do seu lindo texto...
    Beijos da ELA

Postar um comentário

 

É a sapa! Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger Templates